Paula Dias, a mulher no comando da multinacional Elastomer Solutions

Formulário de pesquisa

Paula Dias, a mulher no comando da multinacional Elastomer Solutions

Paula Dias, a mulher no comando da multinacional Elastomer Solutions

Há uma mulher forte na liderança de um grupo que produz peças para automóveis para 43 países. Paula Dias é CEO do Elastomer Solutions Group, presente em seis países, um dos quais Portugal. É, aliás, a partir da fábrica do Mindelo, em Vila do Conde, que são produzidos componentes para automóveis para fabricantes de todo o mundo como a Audi, a Nissan, a Ford, a Volvo ou a Volkswagen. No Dia Internacional da Mulher, damos a conhecer a história desta antiga aluna do MBA Executivo que está no comando da multinacional Elastomer Solutions Group.

Paula Dias tem a responsabilidade de gerir várias unidades de negócio do Grupo Elastomer, que produz componentes automóveis para várias marcas. “O desafio de liderar esta empresa é um desafio que um homem também terá porque são desafios inerentes ao negócio. Não posso dizer que senti discriminação por ser mulher, nunca senti isso, pelo contrário”, conta a gestora.

 

Para Paula Dias, o percurso na Elastomer foi sempre desafiante, desde que iniciou funções na empresa, em 1996, como diretora da qualidade. E foi num período de indecisão quanto ao futuro profissional que a engenheira química repensou a carreira e ingressou no MBA Executivo na Porto Business School, corria o ano de 2005.  “Não estava propriamente à espera de ter um emprego diferente, mas queria perceber aquilo que gostaria de fazer. E foi isso que aconteceu. No MBA consegui perceber quais eram as áreas de uma empresa com as quais eu me identificava e com as quais me sentia mais realizada, que é precisamente a área da Gestão. A minha vida não mudou após o MBA, eu é que mudei como pessoa, o modo como eu via as coisas e como eu pensava”, conta a alumna da Porto Business School. 

 

Após a formação na Porto Business School surgiu um novo desafio na empresa, para assumir as funções como diretora da qualidade em Portugal, Eslováquia e Alemanha. E em 2009, Paula assumiu funções como Chief Operating Officer, quando a empresa foi comprada pelo atual presidente, e três anos mais tarde foi convidada para Chief Executive Officer.

 

Paula Dias não tem "um" local de trabalho fixo porque passa o tempo a viajar entre as diferentes unidades de negócio onde a Elastomer está presente, num total de seis países: a sede na Alemanha, o Centro de Competências Operacional, em Portugal, mas também na Eslováquia, em Marrocos e no México ,onde estão instaladas unidades de produção, e nos Estados Unidos da América, onde funciona o escritório de representação da marca.

 

 

 

 

A atual CEO da Elastomer Solutions Group acompanhou o crescimento e expansão das unidades do grupo que, em apenas dois anos, entrou em Marrocos e no México com duas unidades de produção. A fábrica do México é, aliás, a que tem registado o maior crescimento, cerca de 7% ao ano.

 

A unidade de Vila do Conde também é representativa, no grupo do setor automóvel, com 99% de exportação dos seus produtos e o maior volume de faturação total. Com uma faturação prevista para este ano a rondar os 34 milhões de euros, a Elastomer Solutions Group coloca os seus produtos em mais de 300 locais de 43 países, numa carteira de mais de 80 clientes, entre os quais a Daimler, a Ford, a Porsche, a Volkswagen, a Audi, a Renault, a Yazaki, a Volvo, a Nissan, a Delphi, PSA Peugeut Citroën e a Tesla. A estratégia da empresa passa por entrar no próximo ano na Ásia.

 

Atenta ao futuro da mobilidade, a marca está a reposicionar-se para dar resposta aos meios de transporte alternativos aos automóveis tradicionais, como os veículos elétricos, os veículos autónomos e os serviços de carsharing. “O que nós estamos a fazer neste momento é estudar a evolução do automóvel, tentar perceber como é que vai ser o carro elétrico do futuro, que tipo de componentes terá e, dentro dos materiais que nós trabalhamos, avaliar também quais é que poderão ser mais interessantes no futuro. Estamos a prepararmo-nos para isso através de um departamento de I&D que está focado neste estudo e que irá tentar, juntamente com as operações, produzir e fazer protótipos de peças novas que depois serão representativas no nosso portefólio”, explica a CEO da Elastomer Solutions Group.

 

A empresa tem dois centros de I&D para o desenvolvimento de produto e inovação, um funciona na Alemanha e o mais recente foi criado na unidade de Mindelo, em Vila do Conde. A estratégia da empresa a cinco anos vai manter-se quase exclusivamente na indústria automóvel, através da diversificação geográfica e do alargamento do portfólio com a introdução de produtos novos. No futuro, a marca equaciona a colocação dos seus produtos noutras áreas do setor dos transportes como a aviação.